Coragem tecida é uma fibra “virtual”

As empresas centenárias, comuns em países com solidez democrática, sem observar diretamente a adesão completa ao capitalismo, cruzaram com turbulências por várias vezes. Ainda vão passar por mais.

Porque valorizar empresas longevas? Ao menos em um aspecto há consenso no igual elogio: “Não vou desistir” falou forte.

Na experiência vivida no ramo de construção civil, cruzamos com vários pontos de semelhantes ao “rubicão”.  É da natureza empresarial. Não acredito que possa alguém “bater no peito” e afirmar que esteja livre de qualquer turbulência e a decisão crucial.

Exemplos de recuos e desistências há aos montes. Exemplos de resistência se há em maior quantia não se sabe. Não sei. Sei que estas são aquelas que gravam a história da decisão compartilhada na verdade que apaixona.

Fale bem daquela empresa que resiste, que mostra a face. Falar bem com propriedade, com consistencia faz bem para arte de viver bem. Fale bem. Onde estiver.  Fale assim: quem quer fazer bem é melhor que vença. Vai sentir se bem.​

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s